Brilhe e deixe brilhar! Afinal, como bem disse Caetano Veloso:

“Gente é pra brilhar, não pra morrer de fome.”